Projetos Cursos e Eventos Pesquisas e Publicações Redes e Parcerias

Canal de Videos


Campanhas

 

 

Redes Sociais

Acompanhe-nos no Facebook:

 

facebook Perfil Institucional

 

facebook Taramandahy - Fase II

 

15/09/2014

Projeto Taramandahy - FASE II

Terceiro encontro de curso de Meliponicultura reúne grupo entusiasta da criação racional de abelhas nativas

O dia iniciou com sol e céu azul na estação da Fepagro Litoral Norte, em Maquiné, quando mais de vinte interessados reuniram-se para participar do curso de Meliponicultura, criação de abelhas nativas sem ferrão, realizado pelo Projeto Taramandahy – Fase II, com patrocínio da Petrobras, através do Programa Petrobras Socioambiental. O Programa Socioambiental incentiva a integração de práticas ecológicas com socioeconômicas através de iniciativas como esta, que visa promover a educação e sensibilização ambiental utilizando conhecimentos sobre a criação racional de meliponídeos.


Este terceiro encontro iniciou com instruções de como fazer uma caixa isca com garrafa pet para capturar abelhas da espécie jataí, nativa do Rio Grande do Sul. As jataís podem ser encontradas em zonas urbanas e bordas de florestas. Assim, logo o aluno Elton Kronhardt que havia capturado uma colônia de jataís de um muro em Porto Alegre, entendeu o porquê de o enxame capturado e colocado em uma caixa ideal, não ter sobrevivido ao inverno. A resposta foi que, neste caso, as abelhas precisam ser alimentadas artificialmente por meio de xarope à base de açúcar, pois não têm condições, em função das baixas temperaturas, de saírem em busca de alimento. Além disso, há poucas floradas nesta época do ano.


No segundo momento do curso, o grupo ajudou na construção de caixas de abelhas, a qual foi possível com retalhos de madeira trazidos pelos próprios participantes. A caixa utilizada como modelo, segundo o instrutor Rafael Gehrke, possui dimensões que possibilitam o uso com diferentes espécies de abelhas nativas, como a tubuna, a jataí, a guaraipo, a manduri, entre outras. “O que deve variar”, explica Gehrke, “é a dimensão dos orifícios de entradas das abelhas”.

 

O próximo curso de criação racional de abelhas nativas sem ferrão será dia 27 de setembro, também nas instalações da Fepagro Litoral Norte, parceria que cede o espaço para o meliponário do Projeto.

 

 

>> VEJA A GALERIA DE FOTOS DO EVENTO COMPLETA

 

Anaiara Ventura - Assessoria de Imprensa

Jornalista MTB/RS: 15155

 

 


 

 

:: VOLTAR PARA LISTA GERAL DE NOTÍCIAS

 

Ong ANAMA - RS - BRASIL| Todos os direitos reservados
   

Quem Somos

Área de Atuação
Onde Estamos
Equipe de Trabalho
Prêmios e Reconhecimentos

A Mata Atlântica

Localização
Ecossistemas
Relevância
Importância de Maquiné

Galeria de Fotos
Notícias
Contato
Mapa do Site
 

Ong Anama

 

contato@onganama.org.br
         

Criação e desenvolvimento: STA Studio | Hospedado por Median Host