Projetos Cursos e Eventos Pesquisas e Publicações Redes e Parcerias

Canal de Videos


Campanhas

 

 

Redes Sociais

Acompanhe-nos no Facebook:

 

facebook Perfil Institucional

 

facebook Taramandahy - Fase II

 

Projeto Agricultura familiar e Agroecologia finaliza um ano de atividades<

imagem da largada da caiacada

O projeto Agricultura Familiar e Agroecologia: qualidade de vida e geração de renda no Litoral Norte do Rio Grande do Sul, executado pela equipe da ONG Ação Nascente Maquiné – ANAMA, com patrocínio da Petrobras, finalizou um ano de intensas atividades, com muitas conquistas junto aos agricultores familiares dos municípios de Osório, Maquiné, Terra de Areia, Itati e Três Forquilhas. A equipe apresentou os resultados do trabalho em um seminário realizado no dia 26 de abril, na Câmara Municipal de Maquiné. O encontro reuniu os principais parceiros envolvidos que avaliaram e apontaram sugestões para a possível continuidade do projeto.

 

Áreas demonstrativas - Com o objetivo de qualificar as propriedades para a transição ecológica, foram implantadas dez áreas demonstrativas em manejo agroecológico. De acordo com o coordenador do projeto, Luciano Gutterres, essas áreas servem para testar e mostrar os resultados aos outros produtores. “É importante para experimentações de técnicas, como biofertilizantes, adubações verdes, sistema agroflorestal, entre outros”. Em algumas dessas propriedades também foram implementados sistemas ecológico de tratamento de esgoto doméstico e de abastecimento de água.

 

Para dar assistência e capacitar para o manejo ecológico, a ANAMA realizou mais de 100 visitas técnicas e quatro dias de campo, cursos e oficinas. Além disso, proporcionou quatro visitas de intercâmbios em propriedades com experiência em agroecologia, nos municípios de Rolante, Morrinhos do Sul, Dois Irmãos e Ipê.

O agricultor de Itati, Telmo Vitt, aprovou os resultados. “A partir de agora só vou trabalhar com plantio em agrofloresta e com adubação verde, pois o resultado é melhor”.

“O biofertilizante com pó de rocha realmente renova a terra”, constatou a produtora de Maquiné Eronita Bonho.

Nesse processo, vale destacar a produtora de Maquiné, Regina Rech, que recebeu certificado de produção orgânica de bananas através da Rede Ecovida.

 

Agricultura Familiar Organizada - Agriculltores e agricultoras também receberam formação para melhorar a qualidade do processamento dos alimentos e assim agregar valor ao produto final. Além de cursos de boas práticas e oficinas, a realização de análises da água e análises microbiólogicas de alimentos, também foram construídos de forma participativa, as marcas da Associação IÇARA (agricultores envolvidos com a produção de polpa de Juçara)e Sabores da Terra. Este últimoé o nome do grupo de produtores rurais (atualmente com 06 famílias) que se organizou, a partir da iniciativa da ANAMA, fornecendo 31 itens para a alimentação escolar de Maquiné e municípios vizinhos. Associado a esse trabalho, foram capacitados cerca de 60 agentes (merendeiras, cozinheiras e professoras) em alimentação saudável. Conforme salienta a coordenadora do projeto, a nutricionista, Mariana Ramos, os alimentos provenientes diretamente da agricultura familiar proporciona mais qualidade nutricional, além de melhor sabor. 

 

Feiras – Outra ação importante do projeto foi o apoio para promoção das feiras de produtores em Osório, Maquiné e Terra de Areia, com a intenção de incentivar a compra de alimentos diretamente dos agricultores locais. Conforme Luciano, a idéia é transformar as feiras também num espaço cultural, de lazer e convivência, como já vem acontecendo em Osório.

Debates – O licenciamento ambiental, a regularização da agroindústria familiar e o mercado da alimentação escolar são temas de interesse na região. Dessa forma, o projeto trouxe diversos debates e oficinas sobre políticas públicas em torno dos temas. Através do Seminário Regional de Agroindústrias Familiares e Alimentação Escolar do Litoral Norte, realizado em Osório, que reuniu agricultores e autoridades de 22 municípios do litoral norte e da serra, foram discutidas políticas e legislações para a agroindústria familiar que precisa de tratamento diferenciado.

 

Instituições parceiras do projeto:

  1. Prefeituras Municipais de Osório, Maquiné e Terra de Areia.
  2. EMATER – Osório, Maquiné, Terra de Areia e Itati.
  3. Sindicatos dos Trabalhadores Rurais de Osório, Maquiné e Terra de Areia/Itati.
  4. Núcleo de Pesquisas em Desenvolvimento Rural e Mata Atlântica- DESMA/PGDR (Pós-graduação em Desenvolvimento Rural)/UFRGS.
  5. Fundação Estadual de Pesquisas Agropecuária do Rio Grande do Sul – FEPAGRO

Saiba mais - Os interessados em conhecer mais sobre esse trabalho podem consultar os diversos materiais educativos produzidos, com base nas experiências desenvolvidas em conjunto com os agricultores, além de poderem agendar visitas às áreas demonstrativas e ainda conversarem com a equipe do projeto para mais orientações.

Assessoria de Imprensa Anama

 

 

:: VOLTAR PARA LISTA GERAL DE NOTÍCIAS

 

Ong ANAMA - RS - BRASIL| Todos os direitos reservados
   

Quem Somos

Área de Atuação
Onde Estamos
Equipe de Trabalho
Prêmios e Reconhecimentos

A Mata Atlântica

Localização
Ecossistemas
Relevância
Importância de Maquiné

Galeria de Fotos
Notícias
Contato
Mapa do Site
 

Ong Anama

 

contato@onganama.org.br
         

Criação e desenvolvimento: STA Studio | Hospedado por Median Host